Agenda des événements

28.07.2017

Filtrer événements

Thèmes

Lieu

À faire

Gregory Porter ao vivo


Pour:28.07.2017

Ville: Braga

Où : Theatro Circo de Braga

Desde o lançamento do seu álbum de estreia 'Water' em 2010, o vocalista e compositor Gregory Porter tem sido uma referência a considerar. A sua mistura muito pessoal de jazz, gospel, blues e soul tem conquistado fãs por todo o mundo. Exemplo deste fenómeno é, por exemplo, 'Liquid Spirit', álbum distinguido com um Grammy em 2013 e 'Take me to the Alley', novo álbum que está a atingir enorme sucesso.

 

Où nous trouver

À faire

«Concerto Escolar» - Academia de Música de Costa Cabral e Bernardo Soares


Pour:28.07.2017

Ville: Porto

Où : Casa da Música do Porto (Cdm)

The Academy of Music of Costa Cabral terminates the activity of the 2016/2017 academic year with a symphonic program with a very high degree. Under the direction of guest conductor portuense (from Porto) Luís Carvalho, a prestigious conductor of our national musical panorama, the young musicians of the Orchestra will have the difficult task of working works of Holst and Rachmaninoff which are true icons of the Repertoire of symphonic music. The pianist and professor at the AMCC Bernardo Soares puts on stage all his energy and expressiveness in the interpretation of a canon of the concert repertoire. The work of the Portuguese composer Duarte Pestana, a version arranged by the guest conductor, opens the program in order to give it all the colors that we expect.

 

Où nous trouver

À faire

Rodellus 2017


Pour:29.07.2017

Ville: Braga

Où : Ruílhe (Braga)

The Rodellus takes place on the last weekend of July in Ruílhe, Braga in the more rural and fearless concert hall in the North, a party that promises to be for the most courageous. Have names as: Pé Roto, Atomik Destruktor, Ghost Hunt, Ratere, Stone Dead, Go!Zilla, Mira, Un Lobo, Twin Transistors, First Breath After Coma, O Amante Negro, Conjunto Corona and Fai Baba.

À faire

Laurus Nobilis Music 2017


Pour:29.07.2017

Ville: Vila Nova de Famalicão

Où : Recinto Laurus Nobilis Music (Louro)

O Laurus Nobilis Music Famalicão (LNMF) é um festival de Música organizado pela Associação Ecos Culturais do Louro (AECL) com o Apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão.O objetivo do LNMF além de ser uma grande festa da Música na região norte do país, também tem outra vertente, o LNMF não é só Música, pois todos os lucros que o festival possa ter revertem diretamente para o projeto Casa do artista Amador (um espaço multifacetado para fazer e divulgar cultura de teor amador).O festival já conta com 2 edições realizadas, que entre outros nomes já passaram pelo LNMF nomes como: Mão Morta, The Waterboys, Virgem Suta, Ramp, Carminho, The Doors in Concert, Moonspell, Luar na Lubre, Bizarra Locomotiva, Aurea e muitos outros.Para 2017 o cartaz terá nomes como:Amorphis, Killimanjaro, Paus, Heavenwood, Holocausto Canibal, Grandfather's House, Urban War, Final Mercy, Tears in Rain, Stucker, Skinning, New Mecanica e In Verno.

À faire

Festival Folk Celta 2017


Pour:29.07.2017

Ville: Ponte da Barca

Où : Praça Terras da Nóbrega (Ponte da Barca)

From 27 to 29 of July, Ponte da Barca, receives the 10th edition of the festival. Vila de Ponte da Barca, marked by your biodiversity and culinary excellence, is the capital of the Celta folk music in the weekend of 27, 28 and 29 of July. One is the 10th edition of the event presents itself with a different format of three days, as usual in new and established talents of European folk music. The programm as names as: Diabo a Sete, Kumpania Algazarra, Kalakan & Luís Peixoto, Xabier Díaz & Adufeiras, Desalitre, Enraizarte, Keltia, Peregrino Gris and Virandeira Folk

À faire

Gerês Rock'Fest 2017


Pour:29.07.2017

Ville: Terras de Bouro

Où : Campo do Gerês

The first edition of the Gerês Rock Fest gets some of the best bands of the national panorama and others that are considered revelation. All this by the mythical sunken village of Vilarinho da Furna and to Mata da Albergaria. Program 28 July PAUS-Smix Smox Smux -Big Red Panda-GrandFather's House - Amor Terror- Carolina Drama - Sarilhão Blues Band July 29 -Blind Zero-Bed Legs -LaResistence - Malcontent Ionized -Pippermint Twist -Scream4Revolution

À faire

«Splitting, Cutting, Writting, Drawing, Eating... Gordon Matta-Clark»


Pour:03.09.2017

Ville: Porto

Où : MAC de Serralves

Esta exposição no Museu de Serralves irá debruçar-se sobre os aspetos gestuais, formais e sociais da conceção de arquitetura de Matta-Clark, ou nas suas palavras, de 'fazer espaço sem o construir'. Esta apresentação, composta sobretudo por obras do Gordon Matta-Clark Archive no CCA, irá apresentar fotografias, desenhos e documentos relacionados com os projetos mais importantes do artista, e também os seus filmes comerciais, assim como empréstimos importantes relacionados com a obra pioneira do artista.A exposição irá explorar o singular sentido de Matta-Clark 'dos vazios metafóricos, lacunas, espaços abandonados, lugares que não foram construídos.' A apresentação em Serralves está concebida à volta de uma série de verbos construtivos e destrutivos que definem a conceção do arquitetural do artista: cortar, separar, inclinar, partir, escrever, construir, desenhar, etc. Além de materiais de arquivo e obras importantes deste artista, a exposição vai apresentar uma seleção de obras de outros artistas que criam um contexto para os cortes literais e metafóricos de Matta Clark, feitos sobre locais de reconstrução e de abandono e em contextos acentuadamente queer e de privação económica.Esta exposição continua a colaboração entre Serralves e o Canadian Centre for Architecture. Entre as colaborações anteriores contam-se as exposições 'O Processo SAAL: Arquitetura e participação 1974-1976', em 2015, e o 'Arquivo de Álvaro Siza Vieira', em 2016.

 

Où nous trouver

À faire

«Julie Mehretu: Uma História Universal de Tudo e de Nada»


Pour:03.09.2017

Ville: Porto

Où : MAC de Serralves

Ocupando a galeria central e as salas da ala esquerda do Museu, esta importante exposição apresenta 20 anos de pintura e desenhos de Julie Mehretu (Addis Ababa, Etiópia, 1970), desde 1996 até aos nossos dias. Mehretu é uma das mais importantes artistas a trabalhar na atualidade e esta será a sua primeira exposição em Portugal. As suas pinturas redefiniram a forma como pensamos a pintura enquanto instrumento de mapeamento do mundo, no tempo e no espaço. Embora seja principalmente conhecida pelas suas pinturas monumentais que combinam plantas arquitetónicas e mapas de cidades - numa investigação sobre as temáticas da globalização e da identidade -, a sua prática baseia-se numa exploração simultaneamente rigorosa e explosiva do desenho, que evoca várias referências, que vão dos desenhos surrealistas até à caligrafia chinesa, passando pelas experiências pictóricas de Henri Michaux realizadas sob o efeito da mescalina. Apagamentos, eliminações são tão importantes quanto as marcas realizadas pela artista, dando origem a um palimpsesto de espaços construídos de memória visual e cultural.Mehretu participou em inúmeras exposições internacionais e bienais que lhe garantiram reconhecimento internacional, incluindo, em 2005, o American Art Award from the Whitney Museum of American Art, Nova Iorque, e o prestigiante MacArthur Fellows award. Em 2009 e 2010 Mehretu expôs um ciclo de grandes pinturas no Deutsche Guggenheim Berlin, que depois viajou para o Solomon R. Guggenheim Museum, em Nova Iorque.O seu monumental painel de pinturas Mogamma, parte de uma meditação ainda em curso sobre locais de revolução e mudança social, foi encomendado para a Documenta 13, em 2013.

 

Où nous trouver