Agenda des événements

24.05.2017

Filtrer événements

Thèmes

Lieu

À faire

«Álvaro Siza Vieira: Visões de Alhambra»


Pour:28.05.2017

Ville: Porto

Où : MAC de Serralves

Em 2011, o arquiteto venceu um concurso para a criação de um novo acesso e centro de visitantes para o complexo de Alhambra. Um conjunto de desenhos e esboços, maquetas e também cinco filmes mostrará aos visitantes aquilo que se pode considerar um dos mais importantes desafios da sua carreira. Esta exposição, anteriormente apresentada no Aedes Architecture Forum, Berlin (2014), no Vitra Design Museum, Weil am Rhein, Alemanha (2014), no Patronato de la Alhambra y Generalife, Granada (2015), no Nasjonalmuseet - Arkitektur, (2015) e este ano no Aga Khan Museum, Toronto (2016), apresenta os desenhos e as maquetas que o arquiteto produziu enquanto concebia aqueles equipamentos, permitindo um acesso privilegiado ao processo criativo do arquiteto.A Alhambra, localizada em Granada, Espanha, é um rico complexo palaciano e fortaleza que alojava a corte do Reino de Granada. Exibe alguns dos mais famosos elementos da arquitetura islâmica na Europa, juntamente com estruturas cristãs do século XVI e intervenções posteriores em edifícios e jardins. Álvaro Siza foi muito influenciado pelas visitas desde criança a Granada, e especificamente a Alhambra, principalmente pela sua particular fusão entre paisagem natural e artificial, pelas qualidades espaciais únicas dos seus pátios, a articulação singular de volumes, a importância dos jogos de luz e sombra.

 

Où nous trouver

À faire

«O Nosso Desporto Preferido: Futuro Distante», de Gonçalo Waddington


Pour:28.05.2017

Ville: Porto

Où : Teatro Carlos Alberto (TeCa)

Coprodução Teatro Nacional São João / São Luiz Teatro Municipal, com texto original e encenação de Gonçalo Waddington, interpretação de Carla Maciel, Crista Alfaiate, Gonçalo Waddington, Tiago Lima e Vânia Rovisco, cenário e figurinos de Ângela Rocha, música original de Bruno Pernadas, desenho de luz de Nuno Meira.Em 'O Nosso Desporto Preferido: Futuro Distante' mostramos o que serão, daqui a cem mil anos, os Seres Humanos de uma Civilização do Tipo 3. Consumidos pelo tédio, três mulheres e dois homens dedicam-se a esperar pela morte. Os seus corpos têm uma durabilidade cem vezes maior da que a dos seus antepassados, tempo não lhes falta. O seu único desejo é conseguir que uma mensagem que atravesse o Espaço-Tempo e alerte os seus criadores - no passado - para a tragédia que irão desencadear com as suas experiências. Entretanto, dedicam-se à compreensão da Filosofia, da Arte, da Religião e das Ciências humanas, sociais e políticas. Conversam e jogam badminton.

 

Où nous trouver

À faire

«Máscaras Contemporâneas: "Os Espectadores"» - Fernando Moreira


Pour:29.05.2017

Ville: Vila Real

Où : Teatro de Vila Real

Fernando Moreira (1968, Porto) é mestre em Pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. É também actor, encenador e dramaturgo. Trabalhou em diversas estruturas de teatro, como Teatro Nacional São João, Teatro Nacional D. Maria II, TEP, Seiva Trupe, Visões Úteis, Panmixia, Culturgest, Teatro Académico Gil Vicente, entre outras. Trabalhou com os encenadores Ricardo Pais, Nuno Carinhas, Rogério de Carvalho, Nuno Cardoso, Giorgio Barbieri Corsetti, Júlio Castronuovo, Nuno M Cardoso, António Feio, Paulo Castro, Nino Mangano, Norberto Barroca, entre outros. Interpretou alguns dos clássicos da dramaturgia universal e vários autores contemporâneos. É co-fundador da Astro Fingido, Associação Cultural.

 

Où nous trouver

À faire

«Projeto Sonae//Serralves - Haegue Yang: Parque de Vento Opaco em Seis Dobras»


Pour:04.06.2017

Ville: Porto

Où : MAC de Serralves

Para esta edição do Projeto Sonae//Serralves, o Museu de Arte Contemporânea de Serralves apresenta 'Parque de Vento Opaco em Seis Dobras' da artista coreana Haegue Yang (Seul, 1971) nos jardins do Parque de Serralves. A obra expressamente encomendada é composta por cinco torres parcialmente arqueadas de dimensões variáveis construídas em tijolo e ligadas por meio de uma disposição geométrica de lajes. Ocupando uma área de cerca de 70 metros quadrados, este ambicioso complexo escultórico convida o observador a caminhar pela paisagem híbrida das suas múltiplas estruturas.A abordagem escultórica de Yang recorre ao traçado de geometria islâmica, nomeadamente a forma do hexágono, criado por uma subdivisão do círculo em seis partes, ou dobras, iguais. Unidades quadradas de 72 x 72 cm delimitam o espaço coberto pelas lajes e pelas torres de alturas variáveis construídas com tijolo de barro cozido, numa acumulação de configurações geométricas. Os três tons cromáticos diferentes dos tijolos contribuem para o esquema ornamental das torres e das suas fachadas interligadas. Embutidas no complexo construído por Yang há diversas espécies de plantas e vegetação, incluindo suculentas, heras e gramíneas, destinadas a crescer, trepar, florir e morrer ao longo de um ano que durará a presença da obra encomendada nos jardins de Serralves.

 

Où nous trouver

À faire

«Afasia Tática» - Jonathan Uliel Saldanha


Pour:02.07.2017

Ville: Porto

Où : Culturgest Porto

O projeto 'Afasia Tática', concebido por Jonathan Uliel Saldanha para o espaço da Culturgest Porto, parte de um filme, ainda em processo de finalização, que é decomposto em quatro ecrãs. O libreto fundamental presente neste filme foi desenhado para a peça Sancta Viscera Tua, apresentada em duas igrejas em Portugal por altura da quaresma, a convite do pároco da Sé do Porto, de forma a construir uma cerimónia participativa e aberta a todos, que incluísse canto coletivo, gesto e luz.Este caráter ritualístico, denso e misterioso está também presente no som concebido para a instalação fílmica, que cruza um coro e uma voz solo, contaminando todo o espaço da Culturgest Porto com o som de uma possível fala pré-linguística. Durante o período da exposição, Jonathan Saldanha apresentará uma performance para um coro de 50 elementos, transformando o espaço cinemático num dispositivo cénico.Jonathan Uliel Saldanha trabalha com som, música, filme e performance, possuindo um extenso currículo como músico e produtor musical (ver biografia mais completa nas páginas seguintes).

 

Où nous trouver

À faire

«A Colecção no Palácio da Bolsa»


Pour:24.09.2017

Ville: Porto

Où : Palácio da Bolsa

In the decades of the 60's and the 70's, the artistic languages have undergone a paradigm shift. The sculpture was not exception. In this exhibition the works of Ângelo de Sousa, João Machado and Zulmiro de Carvalho report us to this reality. In this presentation of works from the Coleção Serralvesat the Palácio da Bolsa, some sculptures take over the ground, regardless of the plinth, other transmit us visible concerns with the ideas of seriality, industrial manufacturing and literality of technique (what we see is what we see). These elements are enough to realise that the Portuguese sculptors have submitted proposals which today confront us with the various pats that were making the art more and more direct in contact with the public, from pop art, english abstract sculpture, and american minimalism. This presentation is the result of a partnership between the Palácio da Bolsa and the Museu de Serralves de Arte Contemporânea no Portounder which works from the Serralves Collection are displayed in the historical interiors of the Palace.

 

Où nous trouver